segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

reminiscências.

Dias incertos, pessoas inversas dos versos
d’onde procurei escrever, desenhar ou até arriscar cantorias,
acreditando sempre no amanhã certo entre os dias errados.

As músicas faziam sentido em algum momento, porém, como num sopro frio,

levado a lugares desconhecidos,
onde nem meus sonhos mais sórdidos ou pesadelos mais alegres poderiam me levar.

Logo que me encontrar, saberei por onde andou meus passos.

Voltar, trocar e trancar fechaduras das portas e janelas
que foram deixadas abertas sem sentido hoje,

provavelmente ontem à espera de alguém, no qual, não deixaria as chaves em um pequeno vaso de camélias ao lado da porta.

Com infinitas cores, repintar aquela parede onde descrevia algumas juras de amor,

sendo quase certo que deveria ser de antigos moradores, ou cenário de algum curta estrangeiro, onde insistem em estórias neste sentido.

Em mentiras que sempre existiu, entre verdades que nunca houve,

Vi que a felicidade antes eterna, não passa de prazeres momentâneos,

ou um estado de espírito de um dia de primavera ou outono.
Apenas flores secas, antes coloridas.

Dias mudam. Pessoas passam.

7 comentários:

camila disse...

seus poemas tem um lado obscuro, mas bonito ao mesmo tempo.. você tem futuro..
mas seus poemas participam muito do passado!
onde está a realidade?
Beijos
:)

VICTÓRIA........SEMPRE......... disse...

hum bateu forte na minha alma olha que minha alma tá lá bem escondidinha , mas dificil de achar do que aquelas chaves que estavam escondidas no vaso de camélias ao lado da porta....kkkkk....amei d+ seu texto muito inspirado esse meu amigo...
adorei adorei d+
bjus

*__LÚ__* disse...

meus coments sempre sem nexo...
adooooro oq vc escreve sempre, mas minha opnião naum eh nada técnica...


adooooro vc loiro...

bjus lindo

Natassja disse...

olha, além de publicitário e guia turístico, é tb poeta??

q legal, gostei =)
quando tiver novas atualizações me avisa
pq amo ler !

gde bj
boa semana!

SakuraDrops disse...

é mais um poeta urbano, não é atoa que falamos de poesia no carro...
é facil descobrir um poeta.é só deixar ele falar...

Bayouth disse...

Voltastes com o blog,gostei,poeta!!!
parabens pelos textos,q vc sabe q eu acho liiiiiiiiindos...
ate!

Sheron Anne disse...

Tu devias atualizar teu blog... teu textos são ótimos, bem escritos, palavras bem escolhidas... não apenas mais um poeta... alguém capaz de expressar sentimentos e idéias de forma bela.
Admiro pessoas que dominam as palavras e sabem utilizá-las de forma inteligênte.